Lionel Messi vs. FC Porto em 6:40

27/08/2011

Anúncios

FC Barcelona 2 FC Porto 0

26/08/2011

Levem lá a taça, carago!


Resumo da matéria: FC Barcelona vs. FC Porto

26/08/2011

Mais logo, a equipa vai ter de jogar ao meiinho, correr atrás da bola e ganhá-la, perdê-la logo de seguida sem ser capaz de organizar nada, tornar a correr atrás dela, olha um passe rasgado, é só o Villa que corre isolado, Helton agarra!

Depois, aquele baixinho, passinho curto, agarra na bola, passa um, dois, três, quatro, isola Pedro que cruza e Helton agarra! O meiinho tem o dom de irritar qualquer equipa, a partir de certa altura, já só interessa agarrar a bola de qualquer forma, ou então aliviar a pressão e depois, adormecidos, parece que jogamos com os olhos, esquecendo que há caminhos que nós não vemos e que eles descobrem e pior usam. É sabido que a posse de bola tem um nome – Barcelona – e que para vencer, o FC Porto tem de saber muito bem o que fazer com ela e rapidamente, pois o destino é a bola voltar aos jogadores do Barça. Então, querido Hulk, está atento, pois quando a receberes, não tens um segundo, tens um centésimo para decidir, para arrancar, para disparar e depois podes comemorar como quiseres.

Mas é suficiente apenas um golo? Não! Nunca os gigantes tombaram com apenas um golpe! Como fazer então? Ferido, será ainda pior, tão terrível que vai parecer melhor não ter molestado o adversário! O que parecia lento, entorpecedor, vai tornar-se rápido e mais ainda, com uma rotação que não parecia possível, o meiinho alternará com os lançamentos, desmarcações e a velocidade faz falhar as pernas. Mas como acabará tudo isto?

Não sei! Decidam vocês, sejam mais do que aquilo que podem! Sejam super-heróis!


FC Barcelona vs. FC Porto – UEFA Super Cup 2011 – Promo HD

22/08/2011

FC Porto 3 Gil Vicente 1

19/08/2011

Falta muita coisa a uma equipa, cujo maior adversário é ela própria. Com uma defesa e meio campo à procura de problemas, foi difícil o jogo fluir para uma frente onde Varela está ainda muito longe do que consegue, Kléber luta para esquecer e fazer esquecer o seu antecessor e Hulk igual a si próprio resolve, não falhando quando a equipa mais precisava dele. Venham mais jogos e diferentes pois este foi muito fraquinho e a jogar desta forma nem quero pensar no poderoso Barcelona.


Vitória SC 0 FC Porto 1

14/08/2011

Longe de casa não vi o jogo de forma a perceber se a máquina do ano passado continua afinada. A julgar pelo(s) resultado(s), tudo parece estar bem encaminhado. Vamos ter mais um passeio?


FC Porto 2 Vitória SC 1

08/08/2011

Já a sério, vale a pena fazer algumas considerações sobre o regresso de uma equipa que quer continuar na senda de vitórias que iniciou na época passada. Forte do meio campo para a frente, cedo impôs a sua lei e levou a bola para o único caminho possível – o fundo da baliza. Alguma precipitação em fazer tudo muito rápido, marcou também a diferença para a época anterior, onde o jogo pausado pelo controlo seguro da bola transmitia maior confiança e permitia uma circulação de bola mais eficaz. É verdade que com esta pressão/velocidade e com maior certeza de passe, não vai ser fácil parar esta equipa que do meio para a frente parece ter soluções para tudo. E ainda falta chegar mais gente. Atrás, os erros cometidos são para aprender, mas não deixa de ser preocupante aquilo que, com um adversário mais capaz, teria tido seguramente outras consequências. Enfim tudo bastante normal e até a arbitragem começou nesse plano ou não ficasse por assinalar 3 faltas dentro da grande área. As equipas fortes têm de resolver os seus problemas sem ligar muito a este tipo de pormenores, o pior será quando as bolas não entrarem. Mais um título; pois então! E se Vítor Pereira usa e abusa de advérbios de modo, cá vai o que melhor se adapta à situação: vitormente!