Zenit 3 FC Porto 1

30/09/2011

Está a decorrer um ciclo temporário de maus jogos – facto – a equipa vai recuperar aquilo que parece ter esquecido – dúvida – os jogadores parecem longe uns dos outros, pouco solidários, fora do seu lugar – facto – recolocar a equipa e devolver-lhe a alma ainda é possível – dúvida – o onze que entrou em S. Petersburgo tem só jogadores da época passada exceto Kléber por troca com Falcao – facto – os jogadores ainda acreditam no treinador e percebem o que ele pretende no campo – dúvida – o próximo jogo em Coimbra terá de ser uma resposta com substância – facto!

Anúncios

FC Porto 2 Benfica 2

23/09/2011

Esta época vai ser assim e pior, futebol aos repelões, sem posse de bola, sem circulação, com erros crassos que oferecem golos aos adversários e com saudade, muita saudade de outros tempos e com muitos, muitos tiros no pé. A jogar assim, sem conseguir trocar a bola (onde está a qualidade de passe?) será muito difícil fazer alguma coisa! Os jogos não têm apenas 45 minutos e a segunda parte foi para esquecer! Resultado mais do que justo!


Feirense 0 FC Porto 0

18/09/2011

É no mínimo estranho olhar para um resultado sem golos para os dois lados. Como não vi a primeira parte, confio em quem refere que foi lenta, sem oportunidades e de jogo desligado. Dada a primeira parte de avanço, resta uma outra onde houve oportunidades para os dois lados, jogo partido, falta de controlo de jogo por parte do FC Porto – muito por culpa do atrevimento do Feirense – e uma toada outra vez muito desligada, que produzia um futebol aos repelões, incapaz de construir ocasiões claras de golo. Um resultado justo que tem de servir de aviso que não há jogos ganhos antecipadamente!


FC Porto 2 Shakhtar Donetsk 1

13/09/2011

Numa prova de campeões , vem ao de cima o melhor e pior de cada equipa, de cada jogador. Com o jogo nos limites, a mínima falha paga-se caro e para a apagar, tem necessariamente de aparecer o lado contrário: o da genialidade. Assim foi a descida ao abismo – Helton – e a capacidade mental muito forte de uma equipa que percebeu que a confiança naquilo que poderia fazer seria a sua melhor arma. Hulk falhou o alvo, parecendo dizer que era perto demais para lhe acertar em cheio. Foi de longe, muito mais longe que corrigiu a pontaria, marcando um golo memorável, pleno de força e direção. O desempate chega pela genialidade de James, que abre e rasga toda uma defesa dura de rins. Kléber, em serviço mínimo, não se fez rogado e deu mais um passo rumo à confiança. A equipa passou no exame da circulação de bola, pese embora a superioridade numérica, mas claramente precisa de maior presença na área tanto pelo ar como junto à relva, parecendo por vezes prisioneira do último passe. A equipa foi ainda capaz de produzir belas jogadas, reveladoras de uma capacidade técnica individual só ao alcance de equipas de top.


FC Porto vs. Shakhtar Donetsk live streaming!

13/09/2011

 


FC Porto 3 V. Setúbal 0

08/09/2011

Mais um passo seguro rumo às melhores exibições, com três remates no ferro a adiarem a chegada do golo, que chegou do banco, quando Moutinho acertou na baliza fora do alcance do guarda-redes. Hulk entrou ainda para ajudar a desatar alguns nós e proporcionar a jogada do desafio – que resultou num belo golo de James. No fim, mais um remate de longe bem sucedido, exprimindo uma diferença justa, reveladora da capacidade de ambas as equipas. E, sim, Defour é muito mais do que uma esperança …


UD Leiria 2 FC Porto 5

06/09/2011

Cinco golos revelam alguma facilidade em concretizar, embora o desenho das jogadas ainda não faça lembrar a época passada, a perfeição e a força física para o pressing chegarão, certamente, mais tarde. Faltaram alguns à chamada, essenciais para um maior equilíbrio defensivo (esperemos!). James continua a afirmar-se preponderante, Kleber afinal sabe marcar (2) e Maicon parece querer dizer que não pertence a este filme!