Apresentação

25/07/2011

via FB

via FB

Anúncios

Final da Taça de Portugal!

31/05/2009

Mais logo, o que pode acontecer para além da vitória dos azuis?

É  isto arrogância? Chamem-lhe o que quiserem, quero ver motivação e capacidade de explicar a toda a gente porque razão só pode acontecer tal coisa! Se acontecer o inverso, existirão poucas desculpas e a responsabilidade do insucesso  será fácil de encontrar. A taça será nossa e a final terá de ser jogada naquele estádio decrépito! 

taca_de_portugal


Macheda, o rapaz do pé quente!

11/04/2009

Está visto! Vamos ter de levar com o italiano, o que poderá ser sinal de que o jogo ainda não estará decidido até à sua entrada.

Desta vez, ele entrou para o lugar de Berbatov  (74m 2ªp) e ao segundo toque na bola,  mais uma vez decidiu. O golo (com muita sorte à mistura) chegou aos 75 m e serviu para manter a veia goleadora do rapaz.

Não querem lá ver, que vai ser o puto a fazer estragos no Dragão!

Ah! O jogo foi no Estádio da Luz …

sunderlandvsmanutd


Man United 3 Aston Villa 2

05/04/2009

Quem aprende nunca esquece! Ou como na liga mais proclamada pelos puristas e adoradores do fair-play se joga com um toque sul-americano. Carlitos leva com tudo de um tal de Carlos, não, não é o Bruno Alves!

De qualquer forma, gosto do resultado final, não sei porquê … (???)

carlitoscarlos


Fulham 2 Man United 0

21/03/2009

Estarão eles a perder gás?  Dois jogos, seis golos, e até  Scholes quer  fazer de Van Der Saar.  Expulso  por mau perder,  Rooney , continuou também à sua maneira, a desorientação colectiva. Vão-se habituando ao sabor da derrota, depois não custará tanto!

scholes


Talk, talk, talk

21/03/2009

Até ao primeiro embate, vai assistir-se a muito jogo de palavras, com táctica e sem ela, com jogo rasteiro e sem ele, procurando provocar de um lado a noção da inevitabilidade da derrota e do outro a confiança desmesurada.

O Manchester seguro do seu poderio, espera apenas o fim da contenda,  pois o único desfecho será, na sua perspectiva, apenas um.

O FC Porto jogará com esse embevecimento e acredita ser capaz ele próprio de criar as oportunidades de derrubar o adversário.

É a guerra!