Lionel Messi vs. FC Porto em 6:40

27/08/2011

Anúncios

Resumo da matéria: FC Barcelona vs. FC Porto

26/08/2011

Mais logo, a equipa vai ter de jogar ao meiinho, correr atrás da bola e ganhá-la, perdê-la logo de seguida sem ser capaz de organizar nada, tornar a correr atrás dela, olha um passe rasgado, é só o Villa que corre isolado, Helton agarra!

Depois, aquele baixinho, passinho curto, agarra na bola, passa um, dois, três, quatro, isola Pedro que cruza e Helton agarra! O meiinho tem o dom de irritar qualquer equipa, a partir de certa altura, já só interessa agarrar a bola de qualquer forma, ou então aliviar a pressão e depois, adormecidos, parece que jogamos com os olhos, esquecendo que há caminhos que nós não vemos e que eles descobrem e pior usam. É sabido que a posse de bola tem um nome – Barcelona – e que para vencer, o FC Porto tem de saber muito bem o que fazer com ela e rapidamente, pois o destino é a bola voltar aos jogadores do Barça. Então, querido Hulk, está atento, pois quando a receberes, não tens um segundo, tens um centésimo para decidir, para arrancar, para disparar e depois podes comemorar como quiseres.

Mas é suficiente apenas um golo? Não! Nunca os gigantes tombaram com apenas um golpe! Como fazer então? Ferido, será ainda pior, tão terrível que vai parecer melhor não ter molestado o adversário! O que parecia lento, entorpecedor, vai tornar-se rápido e mais ainda, com uma rotação que não parecia possível, o meiinho alternará com os lançamentos, desmarcações e a velocidade faz falhar as pernas. Mas como acabará tudo isto?

Não sei! Decidam vocês, sejam mais do que aquilo que podem! Sejam super-heróis!


FC Porto vs Naval LIVE StreaminG!

15/01/2011


FC Porto vs Portimonense SC LIVE stream!

13/11/2010


FC Porto 5 SL Benfica 0

07/11/2010

Resultado de sonho, de uma equipa forte e eficaz como há muitos anos não aparecia pelo Dragão. Demonstração colectiva estrondosa, massacre puro e duro, é muito difícil e injusto destacar individualidades. O melhor FC Porto de sempre?


FC Porto 0 Chelsea FC 1

28/11/2009

Mais uma vez se perdeu um jogo que dava precisamente essa sensação desde os primeiros momentos. Era um jogo perdido, só não se sabia quando. Também o Chelsea, não sabia exactamente quando, mas sabia que ganharia porque é uma equipa sólida, tem uma estratégia eficaz e não esquece os pormenores. Tudo o que o FC Porto não é, não tem e não faz. Para além disso,  a classe individual dos jogadores inclina ainda mais o prato da balança. Como ninguém se decidia, que tal uma pequena ajuda? E se tirássemos Varela, que até então tinha equilibrado o seu lado, ajudando em tudo, defender, pausar, atacar, poupando-o para o Rio Ave, e metêssemos Hulk e…? O resultado seria o mesmo no final? Seria, mas o Chelsea teria de arranjar outra forma de o fazer! Outra pergunta ainda: porque é que a equipa fica tão desiquilibrada quando Hulk perde a bola bem lá na frente? Algumas respostas possíveis: os colegas querem mostrar isso mesmo, porque acham que ele deve passar a bola, os adversários são todos muito bons e conseguem sempre criar perigo ou fazer golo ou então não há solução para isso.

O que pode dar imprevisibilidade e imaginação ao futebol da equipa? Porque parece o campo enorme, com aquela forma de jogar? Onde está a equipa “à Porto”? Para onde foi a intensidade de jogo em todas as zonas do campo?

As respostas, palpita-me, não serão respondidas tão cedo. Ano zero? Com certeza que sim!


FC Porto 1 Belenenses 1

30/10/2009

Os golos nem sempre caem do céu. Monotonia, lentidão, previsibilidade. Falta clamorosa de imaginação e de desiquilíbrios. Mais um golo sofrido por enorme falta de concentração! Vamos esperar melhores dias. Desta vez nem o resultado se safou.