FC Porto 5 Villarreal CF 1

28/04/2011

Do pesadelo ao sonho em 45 minutos. Parecia que nada acontecia na primeira parte. A máquina emperrada já não parecia uma máquina, a bola não circulava, por outro lado chegava com demasiada facilidade à outra baliza, onde tudo acontecia, até mesmo um golo, que pareceu pouco. Segunda parte, ferido mas acordando de um entorpecimento estranho, o FC Porto iguala de penalty pelo improvável Falcao. Guarin, jogador à Porto carrega a equipa e a bola e coloca-a no fundo da baliza. É o delírio! O Villarreal mostrou então quanto lhe falta para poder ombrear com os maiores. Como um rolo compressor e de forma avarenta a equipa começou a aproveitar todas as oportunidades que criava. Massacre total! O Villarreal, esmagado, tentava ainda perceber o que acontecera. Memorável!

Anúncios

FC Porto 2 V Guimarães 0

05/03/2011

Primeira parte sem golos, com algumas ameaças dos dois lados. Porque não vi a segunda parte receei o pior, mas a estatística assegura um domínio intenso e que acabou por trazer dois golos: um pelo inevitável Falcao e outro pelo improvável Christian Rodriguez que bem precisa de produzir qualquer coisa para evitar a dispensa.


FC Porto 0 Sevilha FC 1

23/02/2011

O que é pôr-se a jeito? É fazer tal e qual como este FC Porto fez. Começar soluçante, assentar jogo, encostar o adversário e começar a falhar golos em série, uns mais evidentes do que outros, deixar tudo para a segunda parte, começar a adiar as coisas, sofrer um golo, ficar com menos um jogador, começar a tremer ainda mais, ficar com o mesmo número de jogadores outra vez e falhar, falhar até ao fim! Assim não há invencibilidade que resista!


FC Porto 3 CD Nacional 0

26/01/2011

Uma boa resposta a todos os que duvidam que a equipa não está preparada para maiores desafios. Como sempre, o adversário pouco consegue fazer, sobra então tempo para construir e fazer maravilhas. Mais três belos golos e um desenho mais elaborado de outras boas jogadas que trariam um resultado mais dilatado. Uma equipa não vale por apenas um jogador, e o FC Porto tem bastante mais do que isso. A equipa é apenas Hulk? E quando joga Falcao, o que dizer de James, de Varela que se aproxima do seu pleno, e de todo um conjunto de jogadores que trabalha para reduzir o trabalho dos outros a coisa sem importância? E quando tem que ser Helton a tratar do assunto? Que venha Fevereiro e esse ciclo infernal, ninguém mais do que os jogadores espera esses desafios!


FC Porto 4 Juventude Évora 0

11/12/2010

Com grande competência e sem subestimar o adversário foi possível construir uma vitória gorda que pecou por escassa, dada a falta de pontaria  e de alguma fortuna do dianteiro colombiano James. Foi visível, no entanto, o enorme potencial de um jogador que convém recordar tem apenas 18 anos! Toda a equipa, empenhada, se envolveu numa circulação de bola segura e agradável em alguns momentos do jogo, impondo um controlo praticamente total em todas as zonas fulcrais da partida.


A era de Falcao!

08/12/2010

Falcao já marcou definitivamente uma era! Em breve partirá para outras paragens, deixando imensas saudades. Entretando, enchemos o coração com a entrega de um jogador, que joga por paixão, e que persegue a bola como ninguém, para lhe dar o único destino possível: o fundo da baliza e o abraço suave das redes!


Moreirense 0 FC Porto 1

21/11/2010

Difícil é vencer, vencer sempre é ainda mais difícil. Sem brilhantismos, recorrendo a todo o seu arsenal, enfim chegou Falcao e decidiu. Do outro lado, uma equipa que envergonhou outras bem recentes, incapazes de resistir tão eficazmente ao caudal dos dragões.