FC Porto 5 Villarreal CF 1

28/04/2011

Do pesadelo ao sonho em 45 minutos. Parecia que nada acontecia na primeira parte. A máquina emperrada já não parecia uma máquina, a bola não circulava, por outro lado chegava com demasiada facilidade à outra baliza, onde tudo acontecia, até mesmo um golo, que pareceu pouco. Segunda parte, ferido mas acordando de um entorpecimento estranho, o FC Porto iguala de penalty pelo improvável Falcao. Guarin, jogador à Porto carrega a equipa e a bola e coloca-a no fundo da baliza. É o delírio! O Villarreal mostrou então quanto lhe falta para poder ombrear com os maiores. Como um rolo compressor e de forma avarenta a equipa começou a aproveitar todas as oportunidades que criava. Massacre total! O Villarreal, esmagado, tentava ainda perceber o que acontecera. Memorável!

Anúncios

FC Porto 3 Académica de Coimbra 1

20/03/2011

Vamos começar pelo fim: demonstração de força e de soluções que empurraram a equipa para uma exibição convincente que subjugou um adversário atrevido e organizado. A Académica pareceu capaz de levar algo mais, até aparecerem as soluções que até já não surpreendem: Guarin mais uma vez, Maicon que tinha passado a primeira parte entre sustos e Varela que fez um jogo bastante mais consistente que os seus anteriores, tudo isto apesar dos dois avançados – Hulk e Falcao – atravessarem uma fase tão desinspirada que já começa a preocupar. Vitória só ao alcance de uma grande equipa, a melhor de há muitos anos a esta parte!