FC Porto 2 Shakhtar Donetsk 1

13/09/2011

Numa prova de campeões , vem ao de cima o melhor e pior de cada equipa, de cada jogador. Com o jogo nos limites, a mínima falha paga-se caro e para a apagar, tem necessariamente de aparecer o lado contrário: o da genialidade. Assim foi a descida ao abismo – Helton – e a capacidade mental muito forte de uma equipa que percebeu que a confiança naquilo que poderia fazer seria a sua melhor arma. Hulk falhou o alvo, parecendo dizer que era perto demais para lhe acertar em cheio. Foi de longe, muito mais longe que corrigiu a pontaria, marcando um golo memorável, pleno de força e direção. O desempate chega pela genialidade de James, que abre e rasga toda uma defesa dura de rins. Kléber, em serviço mínimo, não se fez rogado e deu mais um passo rumo à confiança. A equipa passou no exame da circulação de bola, pese embora a superioridade numérica, mas claramente precisa de maior presença na área tanto pelo ar como junto à relva, parecendo por vezes prisioneira do último passe. A equipa foi ainda capaz de produzir belas jogadas, reveladoras de uma capacidade técnica individual só ao alcance de equipas de top.

Anúncios

Resumo da matéria: FC Barcelona vs. FC Porto

26/08/2011

Mais logo, a equipa vai ter de jogar ao meiinho, correr atrás da bola e ganhá-la, perdê-la logo de seguida sem ser capaz de organizar nada, tornar a correr atrás dela, olha um passe rasgado, é só o Villa que corre isolado, Helton agarra!

Depois, aquele baixinho, passinho curto, agarra na bola, passa um, dois, três, quatro, isola Pedro que cruza e Helton agarra! O meiinho tem o dom de irritar qualquer equipa, a partir de certa altura, já só interessa agarrar a bola de qualquer forma, ou então aliviar a pressão e depois, adormecidos, parece que jogamos com os olhos, esquecendo que há caminhos que nós não vemos e que eles descobrem e pior usam. É sabido que a posse de bola tem um nome – Barcelona – e que para vencer, o FC Porto tem de saber muito bem o que fazer com ela e rapidamente, pois o destino é a bola voltar aos jogadores do Barça. Então, querido Hulk, está atento, pois quando a receberes, não tens um segundo, tens um centésimo para decidir, para arrancar, para disparar e depois podes comemorar como quiseres.

Mas é suficiente apenas um golo? Não! Nunca os gigantes tombaram com apenas um golpe! Como fazer então? Ferido, será ainda pior, tão terrível que vai parecer melhor não ter molestado o adversário! O que parecia lento, entorpecedor, vai tornar-se rápido e mais ainda, com uma rotação que não parecia possível, o meiinho alternará com os lançamentos, desmarcações e a velocidade faz falhar as pernas. Mas como acabará tudo isto?

Não sei! Decidam vocês, sejam mais do que aquilo que podem! Sejam super-heróis!


FC Porto 3 Gil Vicente 1

19/08/2011

Falta muita coisa a uma equipa, cujo maior adversário é ela própria. Com uma defesa e meio campo à procura de problemas, foi difícil o jogo fluir para uma frente onde Varela está ainda muito longe do que consegue, Kléber luta para esquecer e fazer esquecer o seu antecessor e Hulk igual a si próprio resolve, não falhando quando a equipa mais precisava dele. Venham mais jogos e diferentes pois este foi muito fraquinho e a jogar desta forma nem quero pensar no poderoso Barcelona.


FC Porto 1 SC Braga 0

18/05/2011

Final bastante aquém de um espectáculo de encher o olho. Vitória da única equipa que mostrou argumentos para vencer. Experiência quanto baste trouxe mais um troféu para a montra do Dragão!


FC Porto vs SC Braga – caminho para a final

16/05/2011


Villarreal CF 3 FC Porto 2

05/05/2011

Não gosto de perder nem a feijões! Não gostei da facilidade com que a defesa concedia espaços. o meio-campo se transformou em avenida e as linhas eram praticamente rampas de lançamento. Helton, a sorte e a pontaria desafinada adiaram a questão e no melhor período a equipa foi capaz de dar a volta e acalmar o ímpeto do adversário. Mas outra vez,  a desconcentração apareceu e a derrota chegou, culpa também de algum desperdício dos avançados e más decisões no último passe. É preciso jogar bastante mais para vencer uma final e para ser uma equipa verdadeiramente de topo, capaz de aparecer sempre nos grandes jogos! Estou a ser muito exigente?


FC Porto: a armada!

29/04/2011

Imparáveis, levam tudo à frente! + um belo vídeo AlexOfficialProd