FC Porto 1 Bordéus 2

01/08/2010

Agora tem de se esperar por sábado, com a noção clara que o onze que vai alinhar será: Helton, M. Lopes, Rolando, Maicon, A. Pereira, Belluschi, Fernando, Moutinho, Varela, Falcao, Hulk. O que estes onze jogadores serão capazes de fazer é uma grande incógnita, maior do que tentar prever quais serão as substituições. Os golos sofridos neste jogo, mais do que de bola parada, foram de defesa parada. Acabou a pré-época, venha a competição!

Anúncios

Paris SG 1 FC Porto 0

31/07/2010

OK! O jogo era essencialmente para dar minutos aos jogadores. Na sua melhor fase a equipa falhou o alvo como fez durante todo o encontro. Foi um pouco uma desilusão, a falta de um futebol articulado e inteligente, tornou a partida um pouco aborrecida e o jogo muito previsível. Está bem, era preciso que ninguém se lesionasse, então compreende-se que os lances não tivessem sido disputados com a intensidade desejável ou foi só impressão minha?

Para a semana tudo tem que sair cá para fora!


FC Porto 2 Sampdoria 1

26/07/2010

Já há muito tempo que não azulava por aqui. Realmente – Dezembro/jogo da Luz – o fcp foi durante o ano passado uma equipa previsível e monótona e vou ficar por aqui para não começar a adjectivar sem necessidade. Vi o jogo de ontem e percebe-se que o futebol vai mudar e que a equipa vai ser capaz de fintar o adversário de diferentes maneiras e mesmo assim não se desequilibrar. O que torna as equipas vencedoras? A fé, a crença em todas as possibilidades, a capacidade de imaginar soluções, mais uma vez a fé de se estar a construir em grupo algo de valioso e que vai ter influência na vida de muita gente, enchendo-lhes o peito de ar. Foi assim que vi o FCP no jogo de ontem, também vi o querer e a crença, a imaginação e já algum poder, essa noção de que se é forte sem menosprezar o adversário. Fernando, enfim livre, foi à grande área e com a cabeça marcou. Imaginação, criatividade, liberdade, fé, construção, poder.